A Ciência Maldita da Velha Cosmo

Em tempos de negacionismo científico falar sobre ciência, ainda mais maldita, pode parecer perigoso, mas não é nada disso que você está pensando. Como descreve Fábio Vermelho no posfácio dessa obra escrita e desenhada pela Velha Cosmo, “Tecidos de testículos de macacos, almas penadas, experiências na segunda guerra mundial, alucinógenos e animais falantes, tudo narrado com o humor debochado da Velha enquanto nos ensina a fazer um ovo rancheiro? Nem tinha como dar errado.”

Ciência Maldita foi lançado em 2021 pela Revista Pé-de-Cabra, é escrito e desenhado pela Velha Cosmo e trata de questões como a exploração de animais pela indústria farmacêutica e cosmética, o encontro do ser com o plano astral em viagens de ayahuasca e a hipocrisia por trás de muito do que ouvimos e vemos, por vezes até replicamos em nosso cotidiano.

Vânia é uma filósofa que divide um apartamento com o porco Carlo (inspirado visualmente no Gaguinho) e enfrenta um dilema cruel, sendo descendente de um médico franco-russo que realizava experimentos cruéis com animais em troca de uma fórmula rejuvenescedora, ela lida com questões sobre como podemos conter os avanços dos testes em animais e quais as consequências disso. O grande problema é que Carlo não compartilha das mesmas opiniões e sempre está encontrando argumentos para desclassificar a tese de Vânia.

Obviamente que carregado de bastante humor e deboche, como descrito por Fábio Vermelho, a história carrega consigo um tom de lucidez e nos mostra o lado podre de muitas das coisas que nem ousamos querer saber, mas que no fundo sabemos que acontecem e por vezes nos identificamos muito mais com o discurso de Carlo sobre o “se não forem eles, serão outros”.

Ciência Maldita possui 64 páginas em preto e branco e pode ser adquirido na loja da Pé-de-Cabra clicando aqui ou nas demais comic shops pelos links abaixo:

Itiban Comic Shop

Banca Tatuí

Ugra Press

Loja Monstra

Paulo Cavagnari

Leitor de gibizinho e criador do Tosqueira. Além de falar de gibi nacional por aqui, eu falo de gibi de hominho no Vigilante Atômico, podcast dedicado aos super heróis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *