A Saga do Porco Dourado de Fernando Athayde

Fernando Athayde marca “A Saga do Porco Dourado” com muita atitude, humor e porradaria. O quadrinho é uma viagem pelas cores e o traço despojado do artista, que abusa do nonsense enquanto nos conduz por uma estrada carregada de música e rabisco.

O prefácio ficou por conta da coeditora da Revista Plaf!, Dandara Palankof, que evidencia a relação de Fernando com a música, algo que vai ser ainda mais reforçado nas próximas páginas, seja em pequenas referências ou até mesmo nas belas páginas carregadas de cifras e batalhas utilizando um Fender Precision como arma. Os quadrinhos com a jornada de Fernando em busca do Porco Dourado já vinham sendo publicados no instagram e aqui foram compilados em uma história única dividida em três partes, na primeira somos jogados de surpresa na jornada de Fernando, que em poucos painéis já faz uso do seu humor ácido e deixa clara a proposta do quadrinho, utilizando uma garrafa de Coca-Cola 600ml como um propulsor enfiado na bunda (o tipo de tosqueira muito apreciada nesse site).

Na sequência introduz outras figuras como “Bel” (possivelmente uma referência ao Bum de Fora, da Vaca e o Frango), um demônio que auxilia Fernando em sua busca, ajudando inclusive a deitar todo mundo na porrada se for preciso. Vale ressaltar que as personalidades presentes nesse gibi são um ponto de destaque, seja pela criatividade com seus nomes e estilos, ou na aposta pela simplicidade com personagens como a Maria da Limpeza.

“A Saga do Porco Dourado” é o primeiro quadrinho lançado pelo projeto Elefantes na Sala do Fernando Athayde, atualmente você pode adquirir diretamente na loja oficial clicando aqui!

Você também pode apoiar o projeto no Catarse clicando aqui!

Paulo Cavagnari

Leitor de gibizinho e criador do Tosqueira. Além de falar de gibi nacional por aqui, eu falo de gibi de hominho no Vigilante Atômico, podcast dedicado aos super heróis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *